05 janeiro, 2010

Então ela não vai

Quando meu riso dobrar a esquina e,
na transversal,
cruzar com uma moça vazia de malas prontas,
o sol que ela guarda na bagagem acordará.

E toda sua vontade de ser triste sairá pelos poros, como suor do caminho que não percorreu.

2 comentários:

D i c a disse...

Está pronta pra partir, mas não parte. Parece que fincamos nossos pés onde estamos, no que fazemos, no que temos.





saudade, mulher.

Sanzinha disse...

Carmem!
Que lindo ficou seu layout!
Ameeeeeeeeeeeiiiiiiiiiiiii!
Nossa, lindo mesmo!

Vim te desejar ótima semana e deixar um super beijo!

Perdão pela ausência, não vivi momentos muito bons nos últimos tempos.

Mas estou de volta.

Beijão bem grandão!