31 dezembro, 2009

Feliz Vida Nova!

O rompimento de barreiras que se dá juntamente com a "passagem de ano" é somente uma ilusão de contagem daquilo que é incontável: o infinito linear do tempo. Mas é quando dormimos que o tempo nos escapa e segundos se alongam em horas, os ponteiros voltam, param e avançam ao mais distante futuro. Quando vigiamos o tempo, no entanto, e prendemos sua continuidade em voltas infinitas do relógio, ele se aprisiona no ciclo, e nós com ele.


Pois se há algo que eu desejo é que não acreditemos no relógio. Que nossas vidas não se prendam a um ciclo interminável e que não fiquemos fadados, no próximo ano, a cometer os mesmos acertos e erros. Que possamos decidir onde começa e onde termina um ciclo. E que saibamos abrir um novo. Que nós possamos começar a viver diferente, por exemplo, numa tarde de uma terça-feira nublada, sem que isso nos impeça só porque não é o primeiro dia do ano. Que sejamos felizes em nossas escolhas, mas que, se não formos, saibamos escolher melhor da próxima vez. Aliás, que além de bom juízo, tenhamos também sorte. Nossas escolhas dependem de nós, mas as consequências podem fugir ao nosso alcance. Que isso não nos abale mais que o necessário. Que seja fácil sorrir e que seja fácil receber sorrisos. Que possamos viver em paz!


Feliz Vida Nova! É o meu desejo pra nós!

3 comentários:

nana disse...

LIMD

~*Rebeca e Jota Cê *~ disse...

Jota Cê e eu conhecemos pessoas especiais que com o decorrer do ano aprendemos a valorizar e respeitar. Você, menina linda, foi uma dessas pessoas que fizeram parte da nossa vida com tanto carinho.

Feliz 2010!


-

D i c a disse...

Quero tanto tudo isso!

Natal não é a data mais bonita do calendário e o dia 1º não é o único dia que devemos ter esperanças..