02 setembro, 2008

Insólito amor inusitado

-------------------------------------------Para sempre Elba

Se você quiser estar comigo,
Compartilhar da minha paixão
E fazer parte dos meus pensamentos mais impuros,
Ser a dona do amor mais proibido,
Já que fomos feitas iguais em corpo
Em alma
Esteja!
Te amo, confesso,
De um amor incapaz de existir
Indiferente aos preceitos, indiferente ao pecados, diferente do mundo.

Te amo de amor estranho
Incompreensível amor
Te amo amando o mundo
Amando todo mundo
Te amo amando coxas (não as suas)
Te amo amando corpos masculinos e seus mimos
Mas amando-te eternamente...
Te amo, não te amando tanto
Querendo mais ao mundo que a ti,
Querendo-te mais que a mim,
Sem te querer mais que ao mundo.

2 comentários:

Anônimo disse...

eu fico muda. obrigada basta?

Fêh Rodrigues disse...

Dizer que és bom no que fazes, seria bem pouco diante da tua capacidade de prender a atenção alheia. Apareci para o chá, tal qual me convidaste. Sentei, provei, conversamos, ri... Agora tenho que ir, se me permites. Fique certo de que sempre passarei aqui, meu caro.


Inté!