01 agosto, 2008

Epístola

Ao passo que o mundo confronta-se conspira contra mim
Presumo instantaneamente rapidamente velozmente
Que por essas redondezas adjacências arrabaldes arredores cercanias circunvizinhanças confins contigüidades contornos imediações proximidades subúrbios
Estratosféricos mundiais universais
Não há possibilidade de continuar insistir perseverar persistir prosseguir
Nesta inútil imprecisa baldada vida

Mas no entanto porém,
Eu o filho de meu pai o degas
Que conheço a veracidade veridicidade verdade realidade
De todos os fatos acontecimentos relatos sucessão
Desejo ambiciono apeteço aspiro cobiço pretendo anelo
Estrelas...

3 comentários:

Felipe Pinheiro disse...

Queria fazer um comentário aqui.

Luísa disse...

Achei gostoso de ler assim, em voz alta.
Quase que declamando.

Gabriel Pinto disse...

eu sempre passo meu amigo, mesmo quando não comento. Nem sempre é fácil comentar o que vc escreve...