01 agosto, 2008

Valsinha aborrecida de amor

A partir dessa noite
Eu te amo como nunca amei
Eu te quero como nunca quis
E você faz o que bem quiser.

Só porque a partir de hoje
Só você vai me contemplar
Com seus versos, amores, canções,
Nas lembranças e recordações.

A partir deste dia
Eu não sou de nenhum outro alguém
Desejo-te como a ninguém
E te faço feliz

A partir desta data
Eu não vou mais embora
E a partir dessa hora
Eu não saio daqui.

Um comentário:

Diana Borges disse...

Lindo, muito lindo.. isso existe?
Nunca amei assim.